sexta-feira, 20 de Setembro de 2019

 
RL 468x60
Carga & Mercadorias
13-09-2019
X Line Energy Z2
Michelin alarga oferta de pneus para camiões com eficiência de grau A
O novo Michelin X Line Energy Z2 foi desenvolvido para satisfazer as expetativas dos frotistas tanto em termos de consumo de combustível, como ao nível de emissões de CO2, prestações, segurança e longevidade.

Entre as principais características do novo pneu Michelin, destaque para a redução do consumo de combustível em 0,8l/100 km* e emissões de CO2 em 22g/km*, e melhores prestações em condições invernais (3PMSF / M + S e etiquetagem de Grau B em aderência sobre piso molhado).

Com “performances concebidas para durar”, o novo X Line Energy Z2 apresenta:
Tecnologia REGENION: escultura evolutiva autorregenerativa. Mais fechada quando o pneu é novo, para reduzir a resistência ao rolamento, e que se vai abrindo com o uso, para manter um elevado nível de aderência durante toda a vida útil do pneu;
Tecnologia SILICION: a elevada taxa de sílica incorporada no composto de borracha permite reduzir a resistência ao rolamento do pneu, para uma maior eficiência em consumo, sem afetar a performance em termos de duração;
Tecnologia INFINICOIL: cinchado da estrutura nas lonas superiores, com um cabo de aço enrolado em contínuo, que confere maior estabilidade e resistência à carcaça durante toda a sua vida útil.

Com o novo 315/70 R 22.5 X Line Energy Z, completa-se a atual oferta com o 385/55 R 22.5 X Line Energy F, o 315/70 R 22.5 X Line Energy D2 e o 385/55 R 22 X Line Energy T. Deste modo, a Michelin oferece “uma gama completa de pneus de grau A em eficiência de consumo, para equipar todos os eixos de um conjunto camião/semirreboque”.

A Michelin faz questão de recordar que “nas frotas de longo curso, o combustível ocupa a segunda posição na lista de custos, logo a seguir aos vencimentos dos motoristas. Por outro lado, existe uma pressão cada vez mais forte por parte da sociedade para reduzir a pegada ambiental do transporte rodoviário. Para tal, a Comissão Europeia fixou um caminho muito estrito no que diz respeito ao nível de emissões de CO2, o que se traduziu numa nova regulamentação que, desde 1 de janeiro de 2019, obriga os fabricantes de camiões a declararem o nível de emissões de CO2 dos seus veículos segundo um novo protocolo”.

* Cálculo baseado na ferramenta VECTO, que compara as emissões de CO2 de um conjunto trator-semirreboque de 445kW/12,7l equipado com pneus MICHELIN X LINE ENERGY Z2 / D2 / T, com etiqueta de grau A em resistência ao rolamento, e o mesmo veículo equipado com pneus MICHELIN X LINE ENERGY Z / D / T, com etiqueta de grau B em resistência ao rolamento, num utilização de longo curso e com uma carga de 17 toneladas.
por: Pedro Venâncio
456 pessoas leram este artigo
54 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 












RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA