quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

 
RL 468x60
Carga & Mercadorias
12-10-2018
Em Lisboa
DHL Express e ANA vão construir um novo terminal de carga
A DHL Express assinou com a ANA – Aeroportos de Portugal um acordou para construção do novo terminal de carga expresso localizado no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

O novo terminal logístico da DHL, cujas obras deverão começar no início de 2019, vai completar a rede europeia da empresa de serviço expresso internacional.

José António Reis, diretor-geral da DHL Express Portugal, referiu que “Portugal é uma geografia estratégica, não só a nível de negócio, que tem merecido um crescimento sustentado ao longo dos anos, mas também fruto da sua localização geográfica no mapa mundial”, mais acrescentando que “após os excelentes resultados obtidos no Terminal de Carga Expresso DHL do Porto, a funcionar há seis anos, o investimento no novo Terminal de Lisboa confirma que o Grupo continua a apostar e a investir de forma estruturante no nosso país”.

Através de um compromisso de 40 milhões de euros, este novo terminal vai permitir quadruplicar a atual capacidade de processamento do terminal de Lisboa para 6.500 peças por hora. Implantado num terreno com 21.700 m2, o novo edifício contará com uma área de construção de 11.400 m2, e estará equipado com sistemas tecnologicamente inovadores de processamento automático de encomendas e de organização da sua distribuição. As caraterísticas das infraestruturas e do equipamento instalado, aliadas à localização privilegiada e estratégica da área ocupada no Aeroporto Humberto Delgado, permitirão aumentar a rapidez do processamento, reduzir a complexidade das atividades, aumentar a segurança no manuseamento das encomendas e melhorar a qualidade do serviço prestado aos clientes do centro e sul do país.

Além do investimento em infraestruturas e equipamentos operacionais, a implementação deste novo projeto da DHL em Lisboa vai impulsionar a contratação de recursos técnicos especializados capazes de suportar e acompanhar o desenvolvimento das novas tecnologias. Estima-se que esse crescimento ronde os 5 a 10% no total de colaboradores.
por: Sara Pelicano
299 pessoas leram este artigo
42 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
Spinerg


  





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA