terça-feira, 26 de Setembro de 2017

 
Passageiros & Mobilidade
17-10-2014
AMTL realizou estudo de satisfação
Greves e Preços do TP são motivos de descontentamento
O preço dos bilhetes avulso dos transportes públicos, a falta de transportes alternativos em período de greves, o preço do passe mensal, a reduzida frequência de transportes durante o fim-de-semana e o elevado número de greves, são alguns dos indicadores negativos apontados pelos utilizadores dos transportes públicos num estudo de satisfação encomendado pela AMTL - Autoridade Metropolitana de Transportes de Lisboa. O estudo, que foi agora apresentado publicamente, contou com a participação do ISCTE e da empresa Pitagórica e faz uma análise quantitativa e qualitativa da mobilidade na Área Metropolitana de Lisboa. Para além de questionar os utilizadores frequentes do transporte público, o estudo contempla ainda as opiniões de ex-utilizadores e não utilizadores, sendo, na opinião do presidente da AMTL, Germano Martins, «um documento bastante completo que nos irá permitir avaliar e sugerir alterações aos próprios operadores. Mas, por outro lado, poderá ajudar a definir quais serão algumas das obrigações de serviço público que estarão contempladas no caderno de encargos do concurso para a subconcessão de transportes em Lisboa. Mas a AMTL quer ter também um papel mais ativo junto dos operadores, principalmente os rodoviários que operam nas áreas suburbanas, sugerindo-lhes alguns dos requisitos de qualidade que este estudo mostra».

43% da população da AML utiliza regularmente os transportes públicos

Na Área Metropolitana de Lisboa, 4 em cada 10 pessoas afirmam ser utilizadores regulares do transporte público, sendo que a maioria são mulheres (47%). Por outro lado, são os jovens, entre os 15 e os 24 anos, a faixa etária que mais utiliza os transportes públicos (59%).
Entre os ex-utilizadores dos transporte públicos, cerca de 26 por cento dos inquiridos revelam que o facto de terem mudado de local de trabalho/escola/residência, foi o principal motivo para terem deixado de utilizar os transportes.
De salientar que entre os indicadores positivos percecionados pelos utilizadores, estão a rapidez de percurso, distância entre paragens, profissionalismo dos agentes, adequação dos percursos, frequência do transporte público durante a semana, acessibilidade a veículos e estações, pontualidade e tempo de espera e articulação entre meios.
 
por: Pedro Pereira
1695 pessoas leram este artigo
552 pessoas imprimiram este artigo
2 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  



Spinerg


  




Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA