domingo, 5 de Abril de 2020

 
RL 468x60
Carga & Mercadorias
26-12-2019
Devido a constrangimentos no IP3
Antram quer isenção de portagens entre a A25 e a A1
Os danos ocorridos recentemente no IP3 levaram a Antram a solicitar, com carácter de urgência, a implementação de medidas de apoio para o setor, no sentido de minimizar os efeitos das graves ocorrências dos últimos dias e que têm “condicionado fortemente a circulação e contribuído para um incremento de custos relevante e para o aumento da insegurança naquela via”. Neste sentido, a associação propõe que “essas medidas contemplem a isenção do pagamento de portagens para veículos pesados em percurso alternativo entre a A25 e a A1, entre o nó de ligação de Mangualde (A25) e Coimbra Norte (A1), enquanto decorrerem as obras no IP3”. A Antram refere ainda que “a mesma medida deve aplicar-se à utilização da A14, enquanto não forem regularizados os danos consequentes da queda dos diques em Montemor-o-Velho, o que tem causado graves consequências nas ligações à Figueira da Foz”.
por: Pedro Pereira
755 pessoas leram este artigo
185 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
1 pessoa comentou este artigo
Comentários
31-12-2019 11:16:30 por Ricardo Carvalho
Se todos falassem na construção/continuidade da A13 em direcção a cidade de Viseu isso sim, seria uma mais valia para todos e desenvolvimento do centro do país. Discordando da opção do aeroporto Montijo, mas apostando na alteração para Tancos qualquer das soluções necessita duma autoestrada a percorrer o centro do país
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 












RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA