sábado, 19 de Outubro de 2019

 
caetano 468x60
Carga & Mercadorias
10-10-2019
Tecnologia
Indra envolve-se em projeto com uso drones e inteligência artificial
A Indra vai desenvolver aplicações inovadoras baseadas no uso de drones e inteligência artificial que permitirão oferecer novos serviços avançados de transporte e melhorar o seu controlo e exploração, assim como a construção, gestão e manutenção das infraestruturas.

Estes trabalhos estão enquadrados no projeto europeu I+D+i Comp4Drones, liderado pela Indra, no qual a empresa coordena 49 parceiros da França, Itália, Áustria, Bélgica, República Checa, Letónia e Holanda. O seu objetivo é desenvolver tecnologias chave de hardware, software e comunicações para que os drones sejam seguros e autónomos em aplicações complexas nas áreas de transporte, construção, logística, vigilância e monitorização e agricultura. Com um orçamento de cerca de 30 milhões de euros, o projeto é financiado pelo programa europeu ECSEL e, em Espanha, pelo Ministério da Indústria.

O objetivo é aplicar os drones para melhorar a eficiência, automatização e custo de monitorização, o controlo e manutenção das operações de transporte, tanto terrestre como marítimo, e das suas infraestruturas, oferecendo uma maior flexibilidade e robustez nas soluções e serviços. Da mesma forma, os drones podem ajudar a reduzir os tempos de resposta a incidentes e os riscos operacionais, aumentar a capacidade das áreas de carga nos portos e outras infraestruturas e aumentar a segurança e a sustentabilidade.

A Indra usará os drones como mais um sensor dos sistemas de monitorização de transporte existentes e vai integrá-los nas suas soluções de controlo e gestão de transporte, denominadas por Mova Traffic. Desenvolverá ferramentas de processamento de imagens e vídeo baseadas em placas gráficas, assim como em tecnologias de inteligência artificial e deep learning para analisar o vídeo e as imagens captadas pelos drones, de forma a que um incidente possa ser detetado automaticamente. Além dos algoritmos de inteligência artificial, está previsto desenvolver no projeto algoritmos de planeamento de trajetória, monitorização de segurança, evitar obstáculos, geofencing para estabelecer limites virtuais numa determinada área geográfica ou pré-processamento local.

Durante o projeto, a Indra integrará as suas soluções para gestão de transporte, Mova Traffic, com as suas soluções para gestão de tráfego aéreo não tripulado (UTM) no espaço aéreo de baixa altitude, Air Drones, configurando uma solução abrangente e pioneira em mobilidade multimodal, única no mercado, que facilitará aos gestores de infraestruturas a implementação de novas aplicações com drones, de forma segura.
Para também garantir a troca segura de informações entre o centro de controlo de transportes e os drones, a Indra desenvolverá módulos de comunicação 4G, que tenham em conta aspetos de cibersegurança, fiabilidade e robustez, criando canais de comunicação encriptados em torno das aplicações dos drones.

Para realizar os testes previstos no projeto, a Indra utilizará, entre outros drones, o seu modelo opcionalmente tripulado USV, desenvolvido como parte da Civil UAVs Initiative, projeto com o qual a Junta da Galiza está a promover o setor de plataformas não tripuladas com aplicações civis na Europa, e na qual a Indra atua como uma empresa que alavanca o setor.

Além disso, o seu drone de asa fixa Mantis evoluirá, desenvolvendo uma versão civil para aplicações de transporte inovadoras. Entre outras otimizações, a Indra trabalhará para melhorar as capacidades de deteção do Mantis, com o objetivo de facilitar tanto o processamento como a análise das imagens e vídeos obtidos.

O projeto permitirá, assim, somar as capacidades dos mercados de Transporte, Tráfego Aéreo e Defesa e Segurança da Indra para desenvolver e testar serviços inovadores de mobilidade.

Colaboração com Civil UAVs Initiative
O primeiro caso de uso que a Indra realizará vai utilizar os drones para a gestão e supervisão do tráfego rodoviário e deteção de incidentes e será testado no aeródromo de Rozas, sede da Civil UAVs Initiative, em Lugo, em Espanha. Drones diferentes serão integrados com o centro de controlo de transporte, no qual serão recebidas e processadas as transmissões de imagens e vídeos em tempo real de centenas de veículos, validando os algoritmos de inteligência artificial e deep learning desenvolvidos no projeto. Os sistemas de orientação também serão integrados com a central para controlar o drone na infraestrutura rodoviária.
 
O segundo caso de uso será realizado no porto de Vigo, em Espanha também. Vai consistir na implementação de drones como sensores ou elementos para atividades marítimas, para orientação das embarcações que chegam ao porto, assim como para novas aplicações que facilitem a supervisão da infraestrutura portuária e deem apoio a operações terrestres e marítimas nos portos.

O projeto europeu Comp4Drones tem um foco particular na arquitetura de software e de hardware dos sistemas UAV (Unmanned Aerial Vehicle). É um projeto ECSEL JU que complementa os esforços da SESAR JU para integrar os drones no futuro U-Space e facilitar que voem nas cidades e áreas rurais para oferecer serviços inovadores. A Indra também lidera o consórcio do projeto Safedrone, que vai dirigir uma das maiores demonstrações de voo realizadas na Europa até ao momento com drones e aeronaves convencionais que partilham um mesmo espaço aéreo de baixa altitude (Very Low Level-VLL).

Líder em Smart mobility
O projeto Comp4Drones permitirá à Indra estar na vanguarda na aplicação de drones para oferecer serviços avançados de transporte e reforçar a posição da companhia como líder em smart mobility e em tecnologias inovadoras para o setor.
Em simultâneo, o uso de drones vai potenciar a sua linha de soluções Mova Traffic, que permite uma gestão e o controlo integral da mobilidade multimodal, depois de incorporar nos últimos anos tecnologias como Big Data, Inteligência Artificial ou IoT e sistemas para integrar o veículo conectado.

A Indra conta com uma experiência única em Transportes, com mais de 2.500 projetos desenvolvidos em mais de 100 cidades e mais de 50 países. A sua oferta para Transportes, a Indra Mova Solutions, abrange todo o ciclo de vida dos projetos dos seus clientes e combina as novas capacidades digitais, de integração, de especialização e inovação que o mercado procura, com a fiabilidade, o conhecimento do negócio, a tecnologia própria para o transporte da Indra e a experiência única da sua equipa de profissionais.
por: Sara Pelicano
546 pessoas leram este artigo
66 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  
BP Toolbox

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 












RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA