segunda-feira, 21 de Janeiro de 2019

 
STCP
Passageiros & Mobilidade
07-01-2019
Concursos públicos internacionais
Governo inicia 2019 com apresentação de investimentos para toda a rede de transportes
A segunda semana de janeiro ficará marcada pelas várias cerimónias de apresentação de investimentos nos transportes por parte do Governo socialista de António Costa. Em cima da mesa estão o lançamento do concurso internacional para a aquisição de mais comboios para a CP; a assinatura do contrato entre o Estado e a ANA para a construção do novo aeroporto do Montijo; a abertura do concurso para a expansão do Metropolitano de Lisboa; e ainda a discussão, em Conselho de Ministros, do PNI2030.

Dia 7 de janeiro, na estação ferroviária de Marco de Canaveses, está marcada a cerimónia de lançamento do concurso público internacional para a aquisição de 22 novas composições para a CP. Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas, será o responsável pela apresentação do projeto, com um investimento estimado em cerca de 168 milhões de euros.

Na terça-feira, será assinado o acordo entre o Governo, a  ANA – Aeroportos de Portugal e o grupo Vinci, para a ampliação do aeroporto de Lisboa e a construção do futuro aeroporto do Montijo. A cerimónia, na manhã dia 8 de janeiro, contará com a presença do primeiro-ministro, António Costa. Recorde-se que o acordo entre ambas as partes vai acontecer ainda antes do parecer favorável do Estudo de Impacte Ambiental por parte da Agência Portuguesa do Ambiente. Os valores deste investimento podem ascender a 1.100 milhões de euros.

No dia 9 de janeiro, quarta-feira, será lançado novo concurso público internacional, desta feita, para a expansão da rede do Metropolitano de Lisboa. A linha circular será assim uma realidade ligando as estações Rato e Cais do Sodré. Duas novas estações terão de ser construídas: Estrela e Santos, um investimento a rondar os 210 milhões de euros.

Por último, dia 10 de janeiro, ficará marcado pela discussão, em Conselho de Ministros, do PNI 2030 – Plano Nacional de Investimentos 2030. O investimento a realizar na próxima década poderá ascender os 20 mil milhões de euros – para infraestruturas ferroviárias, rodoviárias, portuárias e aeroportuárias, mas também para o setor da mobilidade sustentável, energético e agrícola.
por: Pedro Venâncio
613 pessoas leram este artigo
41 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA