segunda-feira, 17 de Dezembro de 2018

 
STCP
Passageiros & Mobilidade
06-12-2018
Parceria entre Barraqueiro e Resende
ViaMove vai assegurar serviço de transportes em Matosinhos
O Grupo Barraqueiro e a Resende criaram uma empresa, a “ViaMove”, que passará a assegurar o transporte de passageiros no concelho de Matosinhos. Esta empresa será detida em 51% pelo Grupo Barraqueiro e 49% pela Resende, soube a Transportes em Revista. Esta foi a solução encontrada pelas duas empresas e pela Câmara Municipal de Matosinhos para resolver o problema que atualmente existe com a Resende, que detém a concessão de 60% das carreiras de transporte de passageiros no concelho de Matosinhos e que fazem as ligações ao Porto, Maia e Valongo. No entanto, as polémicas em torno da empresa têm sido uma constante nos últimos meses. A autarquia já manifestou insatisfação pelo serviço prestado pelo operador em diversas ocasiões, tendo mesmo “ameaçado” retirar a concessão à Resende. Ao que a Transportes em Revista conseguiu apurar, durante a próxima semana, a autarquia de Matosinhos deverá anunciar publicamente a criação desta empresa. A Transportes em Revista contactou a Câmara Municipal de Matosinhos, o Grupo Barraqueiro e a Resende, para obter um comentário, mas até ao momento não obteve reação.
por: Pedro Pereira
4854 pessoas leram este artigo
82 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
6 pessoas comentaram este artigo
Comentários
07-12-2018 10:55:59 por jose carvalho
e ja agora me esqueçeu de diser qual a carreira era alem de sair sedo de casa 3h para apanhar o carro 105 ate a areosa mesmo assim o carro por vezes nao apareçia para apanhar o autocarro stcp ate ao tunel de aguas santas onde eu trabalhava a dois anos obrigados e me desculpem por ter que diser isto e so um dos exemplos meus
07-12-2018 10:49:06 por jose carvalho
bom dia sim desde que sirva melhor matosinhos eu fico satisfeito pela nossa cidade ter tomado essas condiçoes porque mortes e muintos outros problemas já causou como assim eu ter descontado dinheiro no trabalho por ter xegado mais tarde como assim quase 200 eurs por mes e a resende nao paga isso por isso se o exemplo for assim espero que nao seja como eles maus exemplos e mostrem mais carater e exemplo a esses senhores da resende como se trabalha e siva melhor matosinhos obrigados por existirem e servir matosinhos
07-12-2018 0:24:27 por Maria Novo
Quer dizer no fundo vai ser a mesma coisa mesmo só palhaçada
06-12-2018 23:55:08 por Ana Bessa
Não percebo porque é que a linha MATOSINHOS/VALONGO/MATOSINHOSé servida por concessionárias e os STCP não entram neste percurso há mais de 40 anos...seremos sempre mal servidos e a pagar.um balurdio
06-12-2018 21:54:12 por Maria Costa
Pois, se funcionasse seria optimoFiz duas tentativas a partir da estação de Campolide para o Pragal.Na primeira, por não ter visto nesta estaçãp uma porta de vidro,que não tinha qualquer sinalização, parti a cana do nariz. Na segunda tentativa, já no Pragal, o Kiosk estava fora de serviço... dois episódios vividos por quem teima em acreditar em profissionais responsáveis... Não é obrigatório as portas de vidro terem uma sinalectica para despertar a atenção Não será mais correcto colocarse um quiosque em perfeito estado de utilização em vez dos utentes serem cobaias
06-12-2018 20:26:45 por Luísa pinheiro
Gostava de saber se vai a ver transporte de Custódia até paiço pois trabalho na Ramires e é o único meio de transporte que tenho agradeço alguma informação obrigado
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA