terça-feira, 14 de Agosto de 2018

 
caetano 468x60
Passageiros & Mobilidade
10-05-2018
Novo aeroporto no Montijo
Estudo de impacte ambiental deteta poucas falhas ambientais
O estudo de impacte ambiental, realizado pela Profico Ambiente, dá luz verde à construção do aeroporto no Montijo. Os impactos apontados foram considerados “pouco significativos” pela ANA – Aeroportos de Portugal, empresa que solicitou o estudo. Os elementos mais significativos ambintalmente “são a fauna e, em muito menor importância, a flora, que têm de ser olhados com mais pormenor do que as outras vertentes”, disse Thierry Ligonnière, administrador da ANA, em declarações ao Jornal de Negócios.

O trabalho será entregue em breve ao Governo e seguirá para avaliação na Agência Portuguesa do Ambiente, acompanhado de um conjunto de medidas que minimizam os impactos ambientais do aeroporto do Montijo. As medidas passam pela implementação de um programa de gestão de habitats que assegure que não há fontes de alimentação para a avifauna, “em particular as espécies que comportam riscos mais elevados para a segurança aeroportuária”.

Após análise, as obras de construção do futuro aeroporto complementar de Lisboa poderão iniciar-se em seis meses.

O estudo avaliou ainda os acessos rodoviários e propôs a adoção de um pavimento menos ruidoso no novo acesso à A12, bem como a construção de barreiras acústicas. Está ainda prevista a melhoria da estrada de acesso ao Cais do Seixalinho, onde se localiza a ligação fluvial a Lisboa.

O estudo estará em consulta pública durante 40 dias.

por: Sara Pelicano
703 pessoas leram este artigo
142 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  



Spinerg


  





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA