segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

 
CP_2017
Passageiros & Mobilidade
06-11-2017
Flow.me
CEiiA desenvolve “carro-drone” para lançar em 2022
O CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto anunciou que está a desenvolver um “drone-carro”, que tanto pode circular pelo ar como pela estrada, e que pode transportar passageiros ou mercadorias. Segundo Helena Silva, diretora-executiva do CEiiA, “sempre que pensamos num carro, imaginamos um veículo único, que incorpora um habitáculo, onde estão os passageiros, e um conjunto de sistemas – motor, eixos, rodas – que permitem ao veículo deslocar-se pela estrada. O que fizemos foi desconstruir este conceito, distinguindo e separando o habitáculo do sistema de locomoção. Desta forma, podemos ter vários sistemas de locomoção, adaptados aos diferentes meios, e que podem ser utilizados em estrada ou pelo ar”. O projeto-piloto do “carro-drone” português chama-se “Flow.me” e irá ser testado numa primeira fase em processos logísticos em zonas industriais para, no futuro, poder estar associado ao transporte de pessoas em serviços de sharing e on-demand nas cidades.
O veículo resultou de um trabalho de cerca de 10 anos levado a cabo pela equipa do CEiiA e outros parceiros e espera-se que seja lançado em 2022.

Como funciona?

O drone é acoplado ao veículo, permitindo a sua descolagem e voo em áreas reservadas para o efeito, e estará conectado em tempo real com uma plataforma de gestão de mobilidade concebida pelo CEiiA, para que possa vir a ser integrado de forma eficaz com outras formas de transporte de uma cidade onde coabitarão, num futuro próximo, veículos autónomos e não autónomos.
O Flow.me tem três componentes principais: um habitáculo – onde o passageiro e a mercadoria são transportados – um sistema de locomoção rodoviário e um drone. O sistema de locomoção rodoviário é autónomo e funciona como doca para acoplar o habitáculo, estando preparado para circular de forma independente de acordo com as solicitações dos serviços. O habitáculo poderá, assim, ser transportado por estrada ou, se necessário, libertar-se do sistema de locomoção rodoviário e ser acoplado a um drone semelhante a um helicóptero, passando a deslocar-se pelo ar.
O veículo estará conectado em tempo real com uma plataforma de gestão de mobilidade concebida pelo CEiiA, para que possa vir a ser integrado de forma eficaz com outras formas de transporte de uma cidade onde coabitarão, num futuro próximo, veículos autónomos e não autónomos.
Este projeto conta com um investimento global estimado de €18M e está a ser desenvolvido por um consórcio liderado pelo CEiiA, em parceria com entidades brasileiras e empresas portuguesas especializadas nos setores automóvel e aeronáutico. A fase de testes com protótipo funcional em ambiente reservado está prevista para a primeira metade de 2019.
 





por: Pedro Pereira
408 pessoas leram este artigo
66 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  



Spinerg


  




Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA