segunda-feira, 26 de Junho de 2017

 
Carga & Mercadorias
19-04-2017
Exportações
Garland cresce em transporte aéreo de mercadorias
O Grupo Garland registou um crescimento significativo no transporte aéreo de mercadorias para exportação. De acordo com a empresa, este negócio tem vindo a diminuir em Portugal. Segundo dados da IATA – CASS (Cargo Account Settlement Systems), em 2016, foram transportadas para o estrangeiro aproximadamente 41.684 toneladas, menos 0,3% que no ano anterior e menos 1,4% que em 2014. Números que não surpreendem tendo em conta a desaceleração das exportações para mercados como Angola ou Brasil.

Em contraciclo, a Garland, em dois anos, transportou com destino à exportação mais 89% de carga. Refere a empresa que em 2014 transportou mais de 403 toneladas via aérea para fora do país. No ano seguinte viu este negócio crescer em 60%, com mais de 644 toneladas transportadas. Em 2016, o transporte aéreo foi responsável pelo trânsito de mais de 763 toneladas para exportação, mais 18,5% que no ano anterior e 89% que dois anos antes.



“Há cerca de dois anos e meio, a Garland começou a registar um crescimento significativo no transporte aéreo de mercadorias para o estrangeiro, suportado no aumento das exportações para mercados em que este tipo de transporte é privilegiado. Entretanto, a desaceleração nas exportações portuguesas para mercados como o angolano e o brasileiro, tem sido compensada pelo aumento do transporte de peças de vestuário penduradas”, explica Peter Dawson, presidente do conselho de administração do Grupo Garland.
por: Miguel Pedras
533 pessoas leram este artigo
97 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  



Spinerg


  





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA