domingo, 28 de Maio de 2017

 
caetano 468x60
Carga & Mercadorias
16-02-2017
 
“Efficiency Run 2016”
Solução da Mercedes e da Krone reduz consumo até 20%
A Mercedes-Benz Trucks e a Krone conceberam uma solução integrada ao nível do trator e do semirreboque para reduzir o consumo de combustível e as emissões CO2. A solução foi testada por cinco empresas em condições reais de operação, durante três meses, no “Efficiency Run 2016”.



A UNIDADE DE TRAÇÃO Mercedes-Benz Actros recebe a mais recente geração de motores de seis cilindros em linha da marca alemã, o OM 471, o sistema Predictive Powertrain Control (sistema de controlo da velocidade de cruzeiro - cruise control - que antecipa as situações, graças aos dados cartográficos e do sistema de navegação), pneus de baixa resistência ao rolamento de nível A. 

O semirreboque, por sua vez, foi desenvolvido pela Krone, tendo sido otimizado em termos de aerodinâmica e também vem equipado com pneus de baixa resistência ao rolamento. Para efeitos de comparação, neste ensaio participou igualmente uma combinação ‘standard’ trator e semirreboque de 2014. 

A primeira edição do “Efficiency Run” foi organizada em 2015 pela Mercedes-Benz Trucks e pelos seus parceiros, tendo sido alcançada uma poupança de combustível até 14% no ensaio comparativo entre as duas unidades do teste.

“Em 2015, o “Efficiency Run” veio demonstrar que a abordagem integrada resulta”, afirma Wolfgang Bernhard, membro do conselho da administração da Daimler AG e responsável pela área de negócio da Daimler Trucks & Buses. “Agora, apenas um ano depois, estamos a reunir produtos que estão preparados para o fabrico em série e a circulação nas estradas. A nossa combinação otimizada de trator e semirreboque apresenta vantagens para o meio ambiente e para os nossos clientes: diminui as emissões de dióxido de carbono e o consumo de combustível de até 20%, enquanto o custo pode ser amortizado em cerca de 18 meses”. Por sua vez, o diretor executivo do Grupo Krone Commercial Vehicle, Gero Schultze Isfort, acrescenta: “O trabalho em parceria levou-nos a avançar mais rapidamente em termos de uma abordagem integrada. O teste ‘Efficiency Run’ de 2015 mais do que confirmou as nossas expetativas. Como consequência otimizamos ainda mais o nosso semirreboque, sobretudo no que se refere à utilização prática no dia a dia. Portanto, este ano conseguimos lançar outro ensaio comparativo, que resultou num semirreboque que está pronto para a produção em série e agora vai para o mercado - o Profi Line Efficiency.”
 
A redução do consumo de combustível e das emissões de dióxido de carbono é um dos maiores desafios para o transporte rodoviário de mercadorias. Em setores não abrangidos pelo esquema de comércio de emissões, caso dos transportes, a União Europeia pretende diminuir as emissões de dióxido de carbono até 30% em 2030. Isto exige um elevado esforço por todas as partes envolvidas no setor dos transportes. Todavia, a indústria está convencida que consegue atingir esse objetivo - sem que sejam necessárias medidas de caráter obrigatório - não apenas devido ao sentido de responsabilidade pelo meio ambiente e pela sociedade, mas também porque é do interesse dos clientes. A redução das emissões de dióxido de carbono resultam de um consumo de combustível inferior, que representa um custo importante para os operadores de transporte.

Já em 2008, os fabricantes europeus formularam a visão para reduzir as emissões de dióxido de carbono até 20% num horizonte até 2020. É importante, porém, esta eficiência no custo para que o transporte rodoviário não se torne mais caro e não tenha impacto na competitividade da economia europeia. Aqui, a responsabilidade não é apenas dos fabricantes dos equipamentos de tração, mas de todo o sistema de transporte rodoviário. Isto inclui o trator, o semirreboque, os pneus, o combustível, as operações, a infraestrutura e a substituição de frota. Segundo a Daimler Trucks, o “Efficient Run Test” é a melhor prova que esta abordagem integrada resulta no mundo real: na comparação entre uma combinação ‘standard’ de trator e semirreboque produzida em 2014 e um conjunto articulado otimizado aerodinamicamente, fabricado um ano depois, conseguiu-se alcançar uma diminuição no consumo de combustível entre 18 a 20%.

Solução testada por clientes
Na edição de 2016 do “Efficiency Run”, a Mercedes-Benz e a Krone organizaram um novo ensaio comparativo, com uma duração de três meses, que contou com o envolvimento de cinco empresas de transportes para que a solução pudesse ser avaliada em condições reais de operação. As empresas foram a Grosse-Vehne, a Elflein, a Rhenus, a Seifert e a Wiedmann & Winz. 

No decorrer deste ensaio, as empresas de transporte utilizaram os seus próprios tratores Mercedes-Benz Actros, introduzidos nas suas frotas entre 2013 e o início de 2015, incluindo dois Actros 1845, dois Actros 1842 e um Actros 1843. Nenhum destes veículos foi configurado especificamente para o teste de três meses e não foram implementados quaisquer pacotes de eficiência. O único equipamento introduzido a bordo foi o sistema telemático FleetBoard, que passou a integrar o sistema Krone Telematics, que inclui o sistema de deteção de perda da pressão dos pneus e sistema Predictive Powertrain Control. 
 
Neste ensaio, o principal objetivo consistiu na avaliação do semirreboque totalmente novo da Krone que foi atrelado aos cinco tratores Mercedes-Benz Actros: o Krone Profi Liner Efficiency. Esta solução do fabricante germânico apresenta diferenças consideráveis relativamente à linha tradicional Krone Profi Line: os novos painéis laterais desenvolvidos pela Krone são fabricados em plástico resistente aos impactos e cobrem todos os lados do veículos, incluindo os três eixos do semirreboque, melhorando o valor de Cd (resistência ao arrasto aerodinâmico) em 5,2%; uma asa traseira, também fabricada com plástico robusto, melhora o valor de Cd em mais 6,3 por cento; pneus de baixa resistência ao rolamento.

Em comparação com o teste do ano passado, o objetivo da edição de 2016 não se concentrou apenas na poupança de combustível, mas também em aspetos práticos como a utilização diária do novo semirreboque, designadamente o comportamento dinâmico, o ruído, a robustez, as opções de carga e a acessibilidade. 

Durante os três meses do ensaio comparativo, as cinco combinações trator e semirreboque percorreram mais de 150 mil quilómetros nas estradas alemãs. Transportaram motores de automóveis, aço, papel, material lenhoso e de construção, em operações de curto e longo curso. De acordo com os motoristas, o novo semirreboque revelou as suas vantagens nas difíceis condições quotidianas de operação. O carregamento é possível por todos os lados e mesmo pelo topo, não constituindo qualquer problema. A utilização de um empilhador para carregar lateralmente revelou-se tão eficiente como num semirreboque convencional, não obstante os painéis laterais. Durante esta fase de testes não se registou qual dano nos painéis laterais. Por seu lado, o acostamento em marcha-atrás até uma rampa de carga também não ofereceu dificuldades, sendo apenas necessário ‘fechar’ a extensão aerodinâmica traseira, constituída por quatro partes, antes de abrir as portas traseiras. Com base na informação recolhida junto dos motoristas, isto demora apenas alguns segundos. 

O sistema estrutural dos painéis laterais também foi elogiado. Os seus cinco elementos individuais podem ser removidos manualmente com facilidade, à altura dos eixos do semirreboque - um aspeto importante quando é necessário substituir um pneu. Mesmo assim, a Krone reivindica que os painéis laterais em plástico leve são tão estáveis que não causam ruído aerodinâmico. Os painéis laterais estão certificados pela autoridade alemã de inspeções técnicas (TUV) e cumprem todos os requisitos legais relativos à proteção inferior lateral.

Os dispositivos de eficiência introduzidos no veículo de teste do “Efficiency Run 2016” para reduzir o consumo de combustível e as emissões puderam ser transformados rapidamente em produtos específicos pela Mercedes-Benz Trucks e pela Krone, os quais já se encontram disponíveis para encomenda.

Sistema PPC
Os tratores Mercedes-Benz Actros receberam o sistema Predictive Power Control (PPC), que integra os dados de GPS e os mapas topográficos com a caixa de velocidades automatizada Mercedes-Benz PowerShift 3. Esta combinação oferece uma redução no consumo de combustível de até 3%. O sistema PPC, que já estava disponível há alguns anos, recebeu agora uma atualização. A estratégia de engrenagem das mudanças determinada pelo sistema de cruise control foi otimizada, passando a ocorrer mais cedo. Os testes internos efetuados pela marca confirmam que o aumento do tempo da viagem com a nova estratégia é marginal, mas a poupança de combustível é considerável.

Soluções integradas para reduzir consumo
Em função do trator e do semirreboque em utilização, existem soluções que melhoram a eficiência em termos de consumo de combustível e emissões de dióxido de carbono:
Semirreboque Krone Profi Liner Efficiency + de 5%
Trator Mercedes-Benz Actros até 6%
Predictive Powertrain Control (PPC) até 5%
Pneus de baixa resistência ao rolamento 2 a 4%

O aumento da eficiência de até 20% traduz-se em ganhos económicos para os operadores de transporte. Segundo a Mercedes-Benz Trucks, em função da aplicação do veículo e da distância percorrida, o custo de investimento inicial superior do semirreboque pode ser amortizado em um ou dois anos.
859 pessoas leram este artigo
96 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  



Spinerg


  





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA