quinta-feira, 27 de Abril de 2017

 
Carga & Mercadorias
29-09-2016
Na movimentação de carga
Siemens Portugal escolhida para modernização de portos
A Siemens Portugal foi escolhida pela empresa-mãe como Hub Internacional de Engenharia de Sistemas de movimentação de carga para os portos marítimos. Neste âmbito, a Siemens Portugal tem exportado conhecimento e fornecido todas as soluções de engenharia, implementação e desenvolvimento nesta área para países como a Grã-Bretanha, Espanha, França, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Egito ou Aruba.

“As soluções implementadas nestes países permitiram que os portos alcançassem poupanças de energia até 70 por cento, face aos sistemas tradicionais não regenerativos, e passassem a ter acesso a sistemas de supervisão e controlo de operação dedicados, de acesso local e remoto, que disponibilizam todos os indicadores de exploração dos terminais (KPIs), de uma forma intuitiva e integrada nas plataformas de gestão dos operadores portuários”, refere a Siemens.

De acordo com a empresa, a nível nacional, as soluções Siemens para terminais portuários contribuíram, desde 2001, para diminuir as emissões de CO2 destas infraestruturas em 74 mil toneladas e poupar cerca de 8,7 milhões de euros. “Através destes projetos foi possível aumentar a capacidade de movimentação de carga, assim como melhorar o desempenho energético das infraestruturas portuárias portuguesas”, salienta a Siemens.

O porto de Sines é um exemplo da atividade da Siemens que ali equipou os pórticos de cais e gruas de parque com acionamentos regenerativos e controladores que ajudam a reduzir os consumos, tempos de ciclo e de paragem dos equipamentos em caso de avaria. O que segundo a marca, permite aumentar significativamente a capacidade de movimentação de carga, assim como melhorar o desempenho energético das infraestruturas portuárias. “A tecnologia utilizada é a mais recente que existe na área de controlo de acionamentos regenerativos, uma vez que os equipamentos da Siemens devolvem energia à rede quando os contentores descem ou desaceleram. Esta característica permite alcançar uma eficiência até 70 por cento superior à dos equipamentos não regenerativos. Já ossoftwares de controlo utilizados permitem maximizar o desempenho da máquina e otimizar os ciclos. Estes têm funcionalidades que controlam o balanço dos contentores, aumentando a segurança, o que permite encurtar os percursos feitos pelos contentores e, por consequência, o tempo que demora a completar um ciclo, aumentando a produtividade”.
por: Miguel Pedras
1090 pessoas leram este artigo
223 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  



Spinerg


  





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA