quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018

 
RL 468x60
Passageiros & Mobilidade
05-05-2016
Ligação Tua/Mirandela interrompida
Câmara de Mirandela suspende transportes para o Tua
O presidente da Câmara Municipal de Mirandela anunciou que a partir do próximo sábado irá suspender a operação dos transportes alternativos entre o Mirandela e o Tua, devido à falta de financiamento por parte do Governo. Em declarações à Lusa, António Branco referiu que a autarquia já acumulou uma dívida superior a 80 mil euros por a CP ter deixado de pagar os 20 mil euros mensais de um acordo anterior e o Governo não ter avançado com uma solução para garantir o transporte. Com a suspensão, há oito anos, do serviço ferroviário entre o Tua e o Cachão (devido à construção da barragem do Tua), o transporte para as aldeias ribeirinhas passou a ser realizado por táxis, um serviço que foi assumido pela CP mas que depois foi transferido para a Câmara de Mirandela. Já a ligação entre o Cachão e Mirandela continuou a ser realizado pelas automotoras do Metro de Mirandela, mas em julho de 2012, a CP suspendeu o serviço sem pré-aviso e acabou por negociar com a autarquia, que a troco de uma compensação mensal, passou a garantir o transporte em toda a extensão da Linha do Tua.
No entanto, a CP deixou de pagar os 20 mil euros mensais e a empresa municipal Metro de Mirandela, refere o autarca, "está a assumir os custos de transportes". Apesar de o município estar a negociar com o Governo uma solução definitiva, António Branco revelou à Lusa que “não podemos continuar a criar dívida” e que “se a Secretaria de Estado não responde, vamos ter de parar”.
Recorde-se que uma das contrapartidas pela construção da barragem, seria a implementação, por parte da EDP, de um plano de mobilidade para todas as populações da zona afetada, mas, cinco anos depois de se ter iniciado a construção da barragem ainda nada foi anunciado.
António Branco disse ainda que se o metro parar entre Mirandela e o Cachão, e os táxis deixarem de circular do Cachão ao Tua, as populações ribeirinhas do Tua ficam sem qualquer tipo de transporte público para se deslocarem, por exemplo às sedes de concelho, ou apanharem o comboio da Linha do Douro, que liga ao Porto.
 
por: Pedro Pereira
3103 pessoas leram este artigo
617 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
2 pessoas comentaram este artigo
Comentários
09-05-2016 15:12:22 por AMARO
o Metro Mirandela deveria retomar a circulação entre Mirandela e Macedo de Cavaleiros por serem os dos núcleos com mais população no distrito e isso vai beneficiar a economia local.
05-05-2016 23:07:05 por José Fernando Nunes
Uma experiencia interessante para explorar...
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA