segunda-feira, 16 de Julho de 2018

 
RL 468x60
Passageiros & Mobilidade
05-05-2016
Afirma José Mendes
Desafios tecnológicos obrigam a mecanismos de transição
Em áreas fortemente reguladas e sujeitas a contigentação, os desafios tecnológicos introduzidos pelos novos operadores vão obrigar à adoção de mecanismos de transição, afirmou o secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, na sessão de abertura da Conferência sobre Mobilidade, integrada na Semana da Inovação da Universidade de Lisboa. O governante adiantou que «não vai ser possível travar a inovação nos transportes e na mudança para paradigmas abertos terão de ser criados mecanismos de transição», sobretudo em setores fortemente regulados como dos táxis. José Mendes referiu que os desafios tecnológios disruptivos implicam desafios de regulação, uma vez que a «capacidade de disponibilização tecnológica está a ter um elevada recetividade junto do público consumidor». O governante referiu que para satisfazer os interesses dos consumidores e dos incumbentes, os novos mecanismos de transição terão de levar em conta variáveis como uma forte regulação, contigentação, ‘status quo’ e livre operação.

Regulação sempre atrasada, afirma José Manuel Viegas
A este propósito, o secretário-geral do International Transport Forum (ITF), José Manuel Viegas, que foi o principal orador da Conferência de Mobilidade da Rede Inov, afirmou que a «regulação está sempre atrasada em relação ao mercado» e tem sido usada como «meio de preservação de rendas dos incumbentes», adiantando que atualmente já existem «possibilidades de utilização de serviços partilhados», defendendo a abertura dos mercados as novos operadores desde que estes «em troca aceitem disponibilizar os dados recolhidos» para que as autoridades públicas possam gerir melhor as redes de transportes. O secretário-geral do ITF admite que serviços como o UberPop, que permite baixar o custo para o consumidor, possam ser aceites pelas autoridades, após os condutores terem passado por um mínimo de filtragem. José Manuel Viegas entende que um maior tempo dos veículos em circulação permite reduzir os problemas de estacionamento nos meios urbanos.
por: Carlos Moura
2060 pessoas leram este artigo
542 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  





Spinerg


  





Samskip







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA