quinta-feira, 29 de Outubro de 2020

 
caetano 468x60
Carga & Mercadorias
06-04-2016
Mercedes-Benz Actros
Novo motor OM 471 poupa até 13% de combustível
A Daimler Trucks introduziu a segunda geração do motor OM 471 na gama de camiões Mercedes-Benz Actros, que permite reduzir o consumo de combustível até 13 por cento, em comparação com o anterior bloco OM 501 LA.
Esta poupança total foi alcançada em três fases: a primeira versão do motor de seis cilindros em linha permitiu baixar o consumo em cinco por cento, o que se deveu a um conjunto de inovações técnicas, designadamente a redução da cilindrada de 16,0 litros para 12,8 litros, a adoção do sistema de injeção de combustível por ‘common rail’ X-Pulse, que oferece agora uma pressão máxima na conduta de 1.160 bar, possibilitando uma injeção máxima de 2.700 bar no topo dos injetores. A segunda medida traduziu-se na introdução do sistema “Predictive Powertrain Control” no Mercedes-Benz Actros em 2013, que permitiu baixar o consumo em mais cinco por cento, graças à combinação da utilização dos mapas topográficos e da função ‘cruise control’ da transmissão automática Mercedes-Benz PowerShift 3. O sistema apoia o estilo de condução em antecipação utilizado pelo motorista e engrena sempre a relação ideal para otimizar o consumo de combustível. Mais recentemente, o construtor alemão adotou mais algumas melhorias na gestão eletrónica do motor OM 671, que traduzem numa subida mais rápida das curvas de potência e de binário e numa relação da transmissão final mais longa.
Os engenheiros de desenvolvimento de motores conseguiram ainda novos melhoramentos do OM 471, primordialmente através de quatro novas evoluções: um sistema de injeção otimizado que trabalha com maior flexibilidade e picos mais elevados de pressão de injeção; um novo turbocompressor de gases de escape fabricado internamente e adaptado ao OM 471, que tem uma nova válvula de recirculação dos gases de escape permitindo uma eficaz divisão de trabalho entre os cilindros e que aumenta ainda mais a robustez dos motores; um controlo da combustão melhorado; e um conjunto de medidas de design que reduzem a fricção dos componentes móveis do motor. Estas melhorias permitiram baixar o consumo em mais três por cento.
por: Carlos Moura
1835 pessoas leram este artigo
696 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 












RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA