segunda-feira, 17 de Junho de 2019

 
STCP
Passageiros & Mobilidade
14-10-2015
Na categoria Participação Pública
Beja vence prémio “Runner- Up Civitas Award”
O município de Beja recebeu, na passada semana, o prémio “Runner-Up Civitas Award 2015”, na categoria “Participação Pública”, durante uma cerimónia que teve lugar no âmbito do Fórum Civitas, que ocorreu em Ljubliana, Eslovénia. O prémio distinguiu o desenvolvimento do Plano Local de Promoção da Acessibilidade - Plano RAMPA, que a Câmara Municipal de Beja tem vindo a implementar ao abrigo do programa Civinet Portugal e Espanha. Segundo a autarquia, o objetivo deste plano passa por tornar Beja numa cidade mais acessível, proporcionando “melhor qualidade de vida aos seus cidadãos: aos que residem, trabalham ou visitam esta cidade”.
De acordo com o município, “o programa local de promoção da acessibilidade consiste em campanhas de sensibilização, divulgação e comunicação, ações de formação, participação pública, avaliação de boas práticas nacionais e internacionais, seminários, publicações, envolvendo várias entidades que atuam a nível social e foram realizadas parcerias múltiplas, e no estudo de soluções apropriadas para dotar a cidade de Beja de condições de acesso universal, em diferentes sectores: espaço público, principais equipamentos públicos, rede de transportes, elementos comunicacionais e info-acessibilidade”.
As ações realizadas revelaram-se importantes uma vez que desenvolveram o sentido crítico dos participantes e responderam à mudança de paradigma da acessibilidade, apresentando “uma nova estratégia para a cidade de Beja que se associa a uma visão de democratização dos territórios através da Mobilidade para Todos”, acrescenta a autarquia bejense.
Já o presidente da Câmara de Beja, João Rocha, refere que a cidade “encetou, há algum tempo, um caminho de eliminação das barreiras urbanísticas e arquitetónicas, verdadeiras ruturas das continuidades dos percursos. É por isso que a participação e empenho de todos os munícipes é de extrema importância a curto e médio prazo. Os territórios tornam-se tanto mais competitivos quanto mais inclusivos, amigáveis e tolerantes, reduzindo as restrições impostas àqueles que têm limitações à mobilidade”. O autarca adianta, ainda, que “desenhar e planear territórios acessíveis e livres de obstáculos, representa uma enorme mais-valia para todos: introduz patamares de segurança e conforto e permite a sustentabilidade para as gerações futuras. Com efeito, tornar Beja mais acessível e com mobilidade para todos é um dos grandes objetivos do Município, sendo que a temática da inclusão, no âmbito da mobilidade para todos faz parte do processo de planeamento urbano e de todo o trabalho de construção de um concelho acolhedor e bom para viver, com zonas pedonais e de lazer, com espaços verdes de qualidade, com condições favoráveis de circulação e com segurança”.
 
por: Pedro Pereira
2412 pessoas leram este artigo
678 pessoas imprimiram este artigo
12 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 

 





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA