segunda-feira, 28 de Maio de 2018

 
caetano 468x60
Carga & Mercadorias
21-11-2014
Segundo Olivier Establet
«A marca Seur não vai acabar»
Olivier Establet, administrador delegado da Chronopost Portugal, filial da GeoPost, afirmou à Transportes em Revista que a aquisição da Seur Centro e Sul de Portugal «insere-se na ambição da Geopost em aumentar a participação no capital da Seur». Segundo Establet é igualmente uma «forma de reforçar a presença em Portugal, tratando-se da primeira aquisição de um franchisado, no país». O novo CEO da Seur Lisboa explica que «ao longo dos últimos 10 anos a GeoPost tem adquirido franchisados da Seur em Espanha» onde a empresa é «o acionista principal».

Olivier Establet refere também que «a Seur vai manter o seu negócio e aliás, Mónica Rufino mantêm-se como diretora». Haverá contudo «uma melhor coordenação no mercado por parte das duas empresas em Portugal» e o desejo de «dinamizar a atividade da Seur».

Questionado sobre uma possível aquisição da Seur Norte de Portugal, o administrador optou por não fazer comentários, indicando, no entanto, que «poderá haver mais aquisições». Ainda assim, algo parece ser certo, «a marca Seur não vai acabar não estando prevista qualquer alteração», frisa Establet.

Já Mónica Rufino, diretora geral da Seur considera que esta operação «representa uma mais-valia para a Seur». Contactada pela Transporte em Revista, a responsável salientou que «as duas marcas e estruturas vão manter-se autónomas havendo uma complementaridade e sinergia entre ambas». Mónica Rufino referiu ainda que esta aquisição «representa mais desenvolvimento e investimento para a Seur», sendo «um desafio fazer parte desta empresa internacional».

por: Miguel Ribeiro Pedras
2183 pessoas leram este artigo
696 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
1 pessoa comentou este artigo
Comentários
23-12-2017 3:48:55 por Massimo Boaron
Os principais gerentes do SEUR são totalmente incapazes: nem conseguem organizar um call center para atender o telefone aos clientes. Então, de Lisboa, é necessário fazer uma viagem de 45 km para ir aos seus escritórios no campo para perguntar onde estão os pacotes que não entregam na data declarada. Hoje eu perdi 2 horas e meia por causa de desorganização de SEUR e comigo havia cerca de quarenta pessoas com meu mesmo problema. A senhora Mónica Rufino estava sempre no almoço: talvez ele não tem coragem de seguir pessoalmente as más relações com os clientes.Eu acho que os artigos maravilhosos que falam sobre ela na web são apenas um investimento de publicidade, paga para esconder todos os sérios problemas do SEUR.
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  
pop up_12etr
Minimizar
 Imprimir   





Spinerg


  




Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA