terça-feira, 28 de Janeiro de 2020

 
caetano 468x60
Passageiros & Mobilidade
22-07-2010
Transportes escolares
Câmaras devem cerca de 8M€ à Rodoviária do Tejo
As Câmaras Municipais têm uma dívida de cerca de oito milhões de euros para com a Rodoviária do Tejo (RT), relativamente à prestação de serviços de transporte escolar. Segundo o semanário Mirante “a situação está a atrofiar a empresa que tem sido forçada a recorrer a empréstimos e a contas bancárias caucionadas”. Em declarações àquele órgão de comunicação social, Martinho Santos Costa, presidente da RT, considera a situação “muito preocupante”, realçando que a empresa tem conseguido pagar aos funcionários, comprar gasóleo e fazer alguns investimentos na renovação da frota de autocarros porque goza “de credibilidade junto da banca”. A somar a isto o Estado criou no ano passado dois passes comparticipados a 50 por cento, o 4-18 e o sub23. Em relação ao primeiro, apenas foi efectuado o pagamento relativo a 2009; relativamente ao sub23, o Estado ainda não procedeu ao pagamento de qualquer verba, situação que é válida não só para a RT como para todos os operadores rodoviários de transportes a nível nacional.
De acordo com Martinho Santos Costa, existem autarquias que não pagam há um ano e meio, enquanto a empresa tem que pagar os combustíveis no máximo a 30 dias sob pena de deixarem de lhos fornecerem.
 
por: Pedro Pereira
2118 pessoas leram este artigo
341 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 












RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA